VIDEOS

Copa: cães que sofrem com barulhos altos

por Equipe de comunicação
|
Compartilhe:

A Copa finalmente chegou! Mas apesar de ser uma época de alegria para nós, humanos, alguns cães podem ficar assustados com tantas festas e barulhos.

Segundo Alexandre Rossi, zootecnista e especialista em comportamento animal, a melhor saída é treinar o pet para que ele passe o período do campeonato (e outras festividades ao longo do ano) tranquilo.

Se a sociabilização não foi feita quando filhote, não tem problema, o especialista ensina como diminuir ou eliminar medos de fogos de artifício e outros estrondos com alguns treinamentos básicos:

  1. É importante o cachorro ter a plaquinha de identificação presa na coleira para casos de fugas.
  2. Mantenha as janelas e portas fechadas durante os jogos.
  3. Não use vuvuzela perto do animal, pois sua audição é muito mais potente do que a nossa, o que pode lhe incomodar ainda mais.
  4. Deixe o cachorro dentro de um lugar onde ele possa sentir o seu cheiro e segurança. Deixe-o à vontade caso queira ficar escondido.
  5. Ao ouvir barulhos altos, festeje e demostre que aquilo não é algo negativo. Se você afagar ou “proteger” o animal, ele pode entender que o barulho representa perigo.
  6. Evite dar comida ao pet durante as comemorações e reuniões com a família e amigos. Previna problemas gástricos.  

Para conseguir colocar as dicas em prática com mais clareza, clique aqui e assista ao vídeo em que Alexandre Rossi explica, com a ajuda de sua mascote Estopinha, como minimizar os impactos destas festividades aos amigos de quatro patas.

Pronto para torcer pelo país em um dos maiores eventos esportivos do mundo? Com o pet calmo e feliz certamente estes momentos serão ainda mais especiais.

Encontre por tipo de Mídia:


Como contar os anos de vida de cães e gatos

vejasp.abril.com.br

Sabemos que a expectativa de vida dos pets não acompanha a dos humanos. Será que é possível fazer uma previsão?

SE VOCÊ É UM DONO: FESTEIRO

FESTAS

Mantém a casa sempre movimentada? A melhor saída é buscar cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas, como o golden retriever, o labrador, o spitz alemão, o maltês, o shih tzu, o west highland white terrier e o lhasa apso.

Pets que ajudam na educação das crianças

Deixar que as crianças realizem tarefas relacionadas ao bichinho de estimação pode ser uma ótima ideia para ensiná-los a ter responsabilidade.

Copa: cães que sofrem com barulhos altos

Dicas para minimizar ou acabar com o medo dos pets nos dias de jogos do Brasil durante a Copa.

Hotel, férias e pets!

Dicas de Alexandre Rossi sobre como ter uma viagem tranquila em família, com o pet.

CÃES

Os nossos amigos de quatro patas estão sempre se comunicando, por meio de linguagem corporal ou vocalização (latidos, uivos).

Campanha reforça a presença do veterinário no núcleo de apoio à saúde familiar

O CRMV criou a campanha “Saúde é uma só” com o intuito de incluir o médico veterinário em ações de prevenção à saúde voltadas às famílias.

Como e quando usar recompensas para treinar cães e gatos?

Entenda a importância do reforço positivo para a boa convivência do pet com a família!

O melhor tipo de tosa para o seu cachorro

Conheça mais sobre recorte e tintura canina e saiba que cuidados ter na hora da tosa.

SE VOCÊ É UM DONO: COM CRIANÇAS

O mais recomendado é buscar cães dóceis e de grande porte, que aguentem brincadeiras mais brutas, como o bull terrier, por exemplo, que é um cachorro forte, mas extremamente dócil com crianças.

SE VOCÊ É UM DONO: AVENTUREIRO

AVENTUREIRO

Algumas raças indicadas são o border collie, o beagle, o labrador e o golden retriever.

SE VOCÊ É UM DONO: AGITADO

AGITADO

Vale procurar raças mais independentes, como o akita, o husky siberiano, o chow-chow e o pug.

SE VOCÊ É UM DONO: CARENTE

CARENTE

o labrador, cocker e o yorkshire adoram um cafuné e trocam tudo para deitar nos pés de seus tutores.