GATOS

O QUE É IMPORTANTE SABER SOBRE O COMPORTAMENTO DOS GATOS

por Alexandre Rossi | Coluna Canal Pet - Ig
|
Compartilhe:

Hoje é dia de falar deles, cada vez mais admirados nos lares do Brasil: os gatos. O número de felinos domésticos vem aumentando ano a ano por aqui. A expectativa é que a quantidade de gatos como animais de estimação supere a de cães dentro de alguns anos. Muito disso pode ser explicado pelo comportamento dos gatos.

Para aqueles que já convivem ou pretendem conviver com bichanos, é importante conhecer esse comportamento dos gatos e algumas características deles, para que não haja nenhum problema e a convivência na família seja sempre bastante harmônica.

Caçador nato e ágil escalador

Gatos, assim como todos os felinos, são excelentes caçadores, instinto que permanece de forma bem acentuada também nos domésticos. Por esse motivo, o gato caça tudo que se movimenta: mosquitinhos, aves, ratos.

Trata-se de um comportamento natural e cabe ao dono providenciar que seu gatinho possa exercitar essa habilidade. Aqui, valem bolinhas, brinquedos que se movimentam e podem ser “perseguidos”, como o laser refletido na parede de casa. Ou seja, providenciar muitas atividades, que aguçam o instinto de caça, permitirá que ele faça exercícios e se divirta.

Outra característica é controlar o mundo do alto: trata-se de um dos maiores prazeres dos gatos. Assim, instalar prateleiras pelas paredes da casa, para que eles possam escalar e ter um refúgio, será garantia de bem-estar para o animal.

Independência

Muitos desejam um gato como animal de estimação, por já terem ouvido falar que eles são independentes, ou seja, um animal que não necessitaria de muito cuidado, contato com a família ou outros animais.

Mas, apesar de os felinos serem autossuficientes em vários aspectos, isso não significa que eles não precisem de cuidado, atenção e de interação com as pessoas da casa. Qualquer dono de gato sabe o quanto eles são capazes de demonstrar carinho e desejo de estar perto daqueles em quem confiam.

Diferentemente dos cães, em sua grande maioria sociáveis por natureza, gatos precisam confiar e não ter medo para, aí sim, passar a demonstrar afeto. São desconfiados, precisam ter o controle do ambiente e da situação, para somente então começarem a interagir com mais confiança.

Higiene

Essa é outra característica muito forte para o comportamento dos gatos e que conquista muitas pessoas: eles são animais extremamente limpos. E, o melhor: isso é natural deles. Gatos se limpam o tempo todo. Eles se lambem e a saliva retira os pelos mortos, poeira e sujeira. Sua língua áspera auxilia nessa tarefa.

Além disso, no quesito necessidades, não é preciso qualquer treino para utilizar um determinado local como “banheiro”: eles já nascem sabendo. Basta colocar uma caixa de areia (há vários tipos de substratos) e ele irá procurar naturalmente esse lugar para cavar, fazer as necessidades e enterrá-las.  

Aproveite o bichano

Para quem está disposto a desfrutar da companhia de um animal incrível e enigmático, um gato pode ser a escolha certa. Conhecendo realmente o comportamento dos gatos é garantindo que a convivência será muito bacana.

Encontre por tipo de Mídia:


Live nas mídias sociais da Veja SP

https://www.facebook.com/vejasp/videos/10156808...

Veja a live que Alexandre Rossi participou nas mídias da Veja SP, tirando algumas das dúvidas mais frequentes dos tutores.

Alexandre dá dicas sobre animais ansiosos

https://www.facebook.com/Alexandreprossi/videos...

Assista a live que o especialista preparou para tirar dúvidas de tutores.

Como contar os anos de vida de cães e gatos

vejasp.abril.com.br...

Sabemos que a expectativa de vida dos pets não acompanha a dos humanos. Será que é possível fazer uma previsão?

SE VOCÊ É UM DONO: FESTEIRO

FESTAS...

Mantém a casa sempre movimentada? A melhor saída é buscar cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas, como o golden retriever, o labrador, o spitz alemão, o maltês, o shih tzu, o west highland white terrier e o lhasa apso.

Pets e crianças com necessidades especiais

Alexandre Rossi conta os benefícios que os animais trazem para a vida de uma criança especial.

Como adotar um cão?

Adotar um animal é um ato de amor e compaixão, mas que precisa ser bem pensado. Descubra mais com Alexandre Rossi.

Como estimular os gatos a beberem mais água?

O Dr. Pet explica a importância da água para os felinos e dá dicas para estimular a sua ingestão.

Pets que ajudam na educação das crianças

Deixar que as crianças realizem tarefas relacionadas ao bichinho de estimação pode ser uma ótima ideia para ensiná-los a ter responsabilidade.

Campanha reforça a presença do veterinário no núcleo de apoio à saúde familiar

O CRMV criou a campanha “Saúde é uma só” com o intuito de incluir o médico veterinário em ações de prevenção à saúde voltadas às famílias.

Como e quando usar recompensas para treinar cães e gatos?

Entenda a importância do reforço positivo para a boa convivência do pet com a família!

O melhor tipo de tosa para o seu cachorro

Conheça mais sobre recorte e tintura canina e saiba que cuidados ter na hora da tosa.

SE VOCÊ É UM DONO: COM CRIANÇAS

O mais recomendado é buscar cães dóceis e de grande porte, que aguentem brincadeiras mais brutas, como o bull terrier, por exemplo, que é um cachorro forte, mas extremamente dócil com crianças.

Alexandre para revista Contigo: adestrar para melhorar a convivência no lar

https://contigo.uol.com.br/

Veja a coluna da Cãotigo de agosto.

SE VOCÊ É UM DONO: AVENTUREIRO

AVENTUREIRO

Algumas raças indicadas são o border collie, o beagle, o labrador e o golden retriever.

SE VOCÊ É UM DONO: AGITADO

AGITADO

Vale procurar raças mais independentes, como o akita, o husky siberiano, o chow-chow e o pug.

SE VOCÊ É UM DONO: CARENTE

CARENTE

o labrador, cocker e o yorkshire adoram um cafuné e trocam tudo para deitar nos pés de seus tutores.