CURIOSIDADES

DELEGACIA ELETRÔNICA DE PROTEÇÃO ANIMAL - COMO FUNCIONA A DEPA?

por Alexandre Rossi | Coluna Canal Pet - Ig
|
Compartilhe:

Para todos aqueles apaixonados por animais é muito difícil e sofrido ver notícias sobre maus-tratos e, pior ainda, perceber que a investigação e a punição exemplares muitas não são uma realidade. As denúncias e apurações dos fatos podem ser muito burocráticas, o que dificulta a solução de crimes cometidos e a proteção animal.  

Situações de abandono, espancamento, envenenamento, violência física, entre outros, infelizmente, aparecem a todo momento nas redes sociais e os casos mais graves são noticiados largamente na mídia. Muitos tentam tomar providências, mas ouço muita gente falando sobre as dificuldades que surgem para a investigação e a punição aos culpados. Como conseguir a proteção animal?

Mas, eu acredito que um passo importante foi dado no início deste mês: entrou em vigor uma lei no Estado de São Paulo que instituiu a DEPA - Delegacia Eletrônica de Proteção Animal. O texto estabelece a criação de um acesso no site da Delegacia Eletrônica da Secretaria da Segurança Pública para a comunicação de ocorrências envolvendo crimes contra os animais.

Por meio desse canal, será feita a distribuição para a delegacia mais próxima do local dos fatos, e quando completada a denúncia, a Secretaria de Segurança Pública terá 10 dias para entrar em contato com a pessoa que fez a denúncia para informar como está a investigação.

A expectativa é que as denúncias sobre crimes contra os animais possam ser feitas de forma mais rápida e com menos burocracia, e que também possam ser anônimas, se for o caso. Quanto mais fácil e ágil o procedimento, mais motivadas as pessoas ficarão para tomar providências caso tenham informação de crimes de maus-tratos sendo cometidos contra animais.

A DEPA ainda não está disponível no portal da Delegacia Eletrônica, mas nós devemos ter notícias sobre a efetiva criação em aproximadamente 60 dias.

Gostaria de lembrar também que já existe um órgão na cidade de São Paulo que investiga esse tipo de crime, onde também podem ser obtidas informações sobre o que fazer. É a Divisão de Investigação sobre Infrações de Maus-Tratos a Animais, que fica na Avenida São João, 1.247, no Centro de São Paulo, e funciona 24h (Telefones: 181 |11 3338-0155 | 3338-1380).

Por que resolvi falar deste assunto aqui com vocês? Porque acredito na importância de divulgar iniciativas do Poder Público que podem auxiliar, facilitar, coibir e prevenir maus-tratos aos animais.

Algumas vezes, temos a tendência de somente criticar ou lamentar a ineficiência dos órgãos públicos, mas não é sempre assim. Já fiquei sabendo que outros estados do país também estão criando leis parecidas com essa e, assim, a medida vai ganhando mais força e espaço.

É nosso papel também ficar de olho, verificar se está funcionando, se está sendo eficaz e divulgar falhas ou acertos, com o objetivo de melhorar sempre. Só assim nós caminharemos para as mudanças que tanto sonhamos e falamos em relação a proteção animal.

Encontre por tipo de Mídia:


Live nas mídias sociais da Veja SP

https://www.facebook.com/vejasp/videos/10156808...

Veja a live que Alexandre Rossi participou nas mídias da Veja SP, tirando algumas das dúvidas mais frequentes dos tutores.

Alexandre dá dicas sobre animais ansiosos

https://www.facebook.com/Alexandreprossi/videos...

Assista a live que o especialista preparou para tirar dúvidas de tutores.

Como contar os anos de vida de cães e gatos

vejasp.abril.com.br...

Sabemos que a expectativa de vida dos pets não acompanha a dos humanos. Será que é possível fazer uma previsão?

SE VOCÊ É UM DONO: FESTEIRO

FESTAS...

Mantém a casa sempre movimentada? A melhor saída é buscar cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas, como o golden retriever, o labrador, o spitz alemão, o maltês, o shih tzu, o west highland white terrier e o lhasa apso.

Pets e crianças com necessidades especiais

Alexandre Rossi conta os benefícios que os animais trazem para a vida de uma criança especial.

Como adotar um cão?

Adotar um animal é um ato de amor e compaixão, mas que precisa ser bem pensado. Descubra mais com Alexandre Rossi.

Como estimular os gatos a beberem mais água?

O Dr. Pet explica a importância da água para os felinos e dá dicas para estimular a sua ingestão.

Pets que ajudam na educação das crianças

Deixar que as crianças realizem tarefas relacionadas ao bichinho de estimação pode ser uma ótima ideia para ensiná-los a ter responsabilidade.

Campanha reforça a presença do veterinário no núcleo de apoio à saúde familiar

O CRMV criou a campanha “Saúde é uma só” com o intuito de incluir o médico veterinário em ações de prevenção à saúde voltadas às famílias.

Como e quando usar recompensas para treinar cães e gatos?

Entenda a importância do reforço positivo para a boa convivência do pet com a família!

O melhor tipo de tosa para o seu cachorro

Conheça mais sobre recorte e tintura canina e saiba que cuidados ter na hora da tosa.

SE VOCÊ É UM DONO: COM CRIANÇAS

O mais recomendado é buscar cães dóceis e de grande porte, que aguentem brincadeiras mais brutas, como o bull terrier, por exemplo, que é um cachorro forte, mas extremamente dócil com crianças.

Alexandre para revista Contigo: adestrar para melhorar a convivência no lar

https://contigo.uol.com.br/

Veja a coluna da Cãotigo de agosto.

SE VOCÊ É UM DONO: AVENTUREIRO

AVENTUREIRO

Algumas raças indicadas são o border collie, o beagle, o labrador e o golden retriever.

SE VOCÊ É UM DONO: AGITADO

AGITADO

Vale procurar raças mais independentes, como o akita, o husky siberiano, o chow-chow e o pug.

SE VOCÊ É UM DONO: CARENTE

CARENTE

o labrador, cocker e o yorkshire adoram um cafuné e trocam tudo para deitar nos pés de seus tutores.