CÃES

Focinheira: seu cão deve usar?

por Equipe de Comunicação
|
Compartilhe:

O uso da focinheira é uma questão polêmica, que divide os tutores de animais de grande porte, por acharem desnecessário. Já os tutores de cachorros menores acreditam que a focinheira é extremamente importante e alguns demonstram até medo de andarem com seus pets na mesma calçada que os animais grandes que estão sem a proteção. 

Os paulistanos já vivem esta realidade desde 2003, quando a Lei Estadual 11.5313, que estabelece regras para o passeio responsável de cães, foi implantada. A lei determina que raças maiores e com mais tendência à violência devem andar com a focinheira e com enforcadores. Cães mais agressivos ou que farão visitas ao veterinário também são obrigados a usarem o equipamento, já que podem ter alguma reação instintiva ou imprevisível. O desrespeito a esta determinação pode resultar em uma multa de até R$ 250.

Segunda a veterinária Renata Setti, em entrevista ao programa Pet na Pan, que era mantido por Alexandre Rossi, a resistência à focinheira se dá pela aparência cruel dela. “Visualmente ela é feia, então, cria-se a sensação de que aquilo está fazendo o cachorro sofrer, o que não é bem verdade. A focinheira é só para que o pet realmente não ataque o veterinário ou outros cachorros, além de servir como segurança para o próprio cachorro, para evitar atritos ou brigas, por exemplo.”

Hoje existem vários modelos no mercado. As de nylon ou de polipropileno restringem qualquer movimentação da mandíbula e aumentam o nível de estresse, por isso, devem ser usadas apenas nas consultas veterinárias. Já as focinheiras de tipo laço são indicadas para cães braquicéfalos por serem mais curtas. Existem também as de grade, que dão mais conforto e mobilidade, pois elas podem ser feitas tanto de metal quanto de borracha.

Mas não vale apenas comprar, é preciso pesquisar qual é o modelo mais confortável e mais adequado ao seu animal. Não se esqueça de que é fundamental prezar pela saúde do amigo, que deve conseguir abrir a boca mesmo estando de focinheira, principalmente nos passeios.  

É importante ficar claro que todo cachorro deve usar guia e coleira para passear na rua, independentemente de seu porte, raça ou temperamento.

Para ouvir o programa na íntegra, clique aqui!

Encontre por tipo de Mídia:


Live nas mídias sociais da Veja SP

https://www.facebook.com/vejasp/videos/10156808...

Veja a live que Alexandre Rossi participou nas mídias da Veja SP, tirando algumas das dúvidas mais frequentes dos tutores.

Alexandre dá dicas sobre animais ansiosos

https://www.facebook.com/Alexandreprossi/videos...

Assista a live que o especialista preparou para tirar dúvidas de tutores.

Como contar os anos de vida de cães e gatos

vejasp.abril.com.br...

Sabemos que a expectativa de vida dos pets não acompanha a dos humanos. Será que é possível fazer uma previsão?

SE VOCÊ É UM DONO: FESTEIRO

FESTAS...

Mantém a casa sempre movimentada? A melhor saída é buscar cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas, como o golden retriever, o labrador, o spitz alemão, o maltês, o shih tzu, o west highland white terrier e o lhasa apso.

Pets e crianças com necessidades especiais

Alexandre Rossi conta os benefícios que os animais trazem para a vida de uma criança especial.

Como adotar um cão?

Adotar um animal é um ato de amor e compaixão, mas que precisa ser bem pensado. Descubra mais com Alexandre Rossi.

Como estimular os gatos a beberem mais água?

O Dr. Pet explica a importância da água para os felinos e dá dicas para estimular a sua ingestão.

Pets que ajudam na educação das crianças

Deixar que as crianças realizem tarefas relacionadas ao bichinho de estimação pode ser uma ótima ideia para ensiná-los a ter responsabilidade.

Campanha reforça a presença do veterinário no núcleo de apoio à saúde familiar

O CRMV criou a campanha “Saúde é uma só” com o intuito de incluir o médico veterinário em ações de prevenção à saúde voltadas às famílias.

Como e quando usar recompensas para treinar cães e gatos?

Entenda a importância do reforço positivo para a boa convivência do pet com a família!

O melhor tipo de tosa para o seu cachorro

Conheça mais sobre recorte e tintura canina e saiba que cuidados ter na hora da tosa.

SE VOCÊ É UM DONO: COM CRIANÇAS

O mais recomendado é buscar cães dóceis e de grande porte, que aguentem brincadeiras mais brutas, como o bull terrier, por exemplo, que é um cachorro forte, mas extremamente dócil com crianças.

Alexandre para revista Contigo: adestrar para melhorar a convivência no lar

https://contigo.uol.com.br/

Veja a coluna da Cãotigo de agosto.

SE VOCÊ É UM DONO: AVENTUREIRO

AVENTUREIRO

Algumas raças indicadas são o border collie, o beagle, o labrador e o golden retriever.

SE VOCÊ É UM DONO: AGITADO

AGITADO

Vale procurar raças mais independentes, como o akita, o husky siberiano, o chow-chow e o pug.

SE VOCÊ É UM DONO: CARENTE

CARENTE

o labrador, cocker e o yorkshire adoram um cafuné e trocam tudo para deitar nos pés de seus tutores.