CURIOSIDADES

Por que os cães cheiram uns aos outros?

por Equipe de Comunicação
|
Compartilhe:

Nós, seres humanos, não levamos o olfato tão a sério, pois dependemos muito mais da visão: somos seres predominantemente visuais. Mas para muitas espécies de animais, inclusive os cachorros, o olfato é o sentido mais importante.

Captar emoções

Além de identificar odores no ambiente, o olfato pode reconhecer emoções e ritmos biológicos. Várias espécies de animais podem entrar no cio na mesma época, quando convivem juntas, e o olfato tem papel importante nesse fenômeno.

Cheiros também conseguem fazer com que animal se sinta mais ou menos relaxado. Por exemplo: se o cão tiver acesso a algum local da residência em que haja o cheiro do tutor, ele processará essa informação no seu cérebro e ficará mais relaxado quando estiver sozinho em casa.

Comunicação

Cães também utilizam vários odores para se comunicar. Cheiros de invasores podem gerar demarcação com urina em um local mais alto e sinalizar para outros o tamanho daquele que marcou antes. Por isso, muitos cachorros tentam fazer xixi em locais cada vez mais altos (alguns até “plantam bananeira”, o que pode ser cômico).

Outra forma de marcação com odor é raspar o chão com as patas, como se estivessem ciscando, para aumentar a área demarcada com o odor das glândulas sudoríparas, localizadas nas patas.

Outra questão que muita gente não sabe: quando cães se conhecem, se cheiram na região perto do ânus, pois ali há uma glândula com cheiro bem evidente e individual do animal. Trata-se, portanto, de um comportamento natural, um verdadeiro ritual entre os cães, equivalente ao aperto de mãos dos humanos e, portanto, não devemos impedi-los de se conhecerem assim.

Aqui vale uma dica: cuidado quando cães se conhecem durante o passeio para as guias não se enrolarem.

Localização

É pelo olfato também que os cães são capazes de encontrar o caminho de casa. Os cheiros familiares viajam quilômetros e quilômetros, mas vão se dissipando. Entretanto, os cães (e também os gatos) possuem uma espécie de bússola interna que permite a eles direcionar a marcha para o local de onde vem o odor que querem alcançar. E quando se aproximam do local familiar, identificam também os sinais visuais e sonoros.

Estimular é bacana!

Uma dica de brincadeira interativa que os cachorros costumam adorar e estimula o poderoso sentido do olfato é o “caça ao tesouro”. Basta mostrar ao cachorro um brinquedo que ele adora, esconder sem que ele veja o local e estimulá-lo a procurar. Rapidamente ele irá buscar pistas olfativas e será direcionado ao esconderijo!

Por Alexandre Rossi, zootecnista, especialista em comportamento animal e sócio-fundador da Cão Cidadão.

Fonte: Veja SP.

Encontre por tipo de Mídia:


Live nas mídias sociais da Veja SP

https://www.facebook.com/vejasp/videos/10156808...

Veja a live que Alexandre Rossi participou nas mídias da Veja SP, tirando algumas das dúvidas mais frequentes dos tutores.

Alexandre dá dicas sobre animais ansiosos

https://www.facebook.com/Alexandreprossi/videos...

Assista a live que o especialista preparou para tirar dúvidas de tutores.

Como contar os anos de vida de cães e gatos

vejasp.abril.com.br...

Sabemos que a expectativa de vida dos pets não acompanha a dos humanos. Será que é possível fazer uma previsão?

SE VOCÊ É UM DONO: FESTEIRO

FESTAS...

Mantém a casa sempre movimentada? A melhor saída é buscar cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas, como o golden retriever, o labrador, o spitz alemão, o maltês, o shih tzu, o west highland white terrier e o lhasa apso.

Pets e crianças com necessidades especiais

Alexandre Rossi conta os benefícios que os animais trazem para a vida de uma criança especial.

Como adotar um cão?

Adotar um animal é um ato de amor e compaixão, mas que precisa ser bem pensado. Descubra mais com Alexandre Rossi.

Como estimular os gatos a beberem mais água?

O Dr. Pet explica a importância da água para os felinos e dá dicas para estimular a sua ingestão.

Pets que ajudam na educação das crianças

Deixar que as crianças realizem tarefas relacionadas ao bichinho de estimação pode ser uma ótima ideia para ensiná-los a ter responsabilidade.

Alexandre e Estopinha no programa Rock a 3

Ouça a entrevista do especialista na rádio Kiss FM.

Campanha reforça a presença do veterinário no núcleo de apoio à saúde familiar

O CRMV criou a campanha “Saúde é uma só” com o intuito de incluir o médico veterinário em ações de prevenção à saúde voltadas às famílias.

Como e quando usar recompensas para treinar cães e gatos?

Entenda a importância do reforço positivo para a boa convivência do pet com a família!

O melhor tipo de tosa para o seu cachorro

Conheça mais sobre recorte e tintura canina e saiba que cuidados ter na hora da tosa.

Alexandre para revista Contigo: adestrar para melhorar a convivência no lar

https://contigo.uol.com.br/

Veja a coluna da Cãotigo de agosto.

SE VOCÊ É UM DONO: AVENTUREIRO

AVENTUREIRO

Algumas raças indicadas são o border collie, o beagle, o labrador e o golden retriever.

SE VOCÊ É UM DONO: AGITADO

AGITADO

Vale procurar raças mais independentes, como o akita, o husky siberiano, o chow-chow e o pug.

SE VOCÊ É UM DONO: CARENTE

CARENTE

o labrador, cocker e o yorkshire adoram um cafuné e trocam tudo para deitar nos pés de seus tutores.