GATOS

Que tipo de dono de gato você é?

por Equipe de Comunicação
|
Compartilhe:

Segundo um estudo formulado por pesquisadores de psicologia e zoologia, publicado no livro Man and cat: The benefits of cat ownership (O homem e o gato: os benefícios de se ter um gato), de Reinhold Bergler, existem diferentes perfis psicológicos de donos de gato. Conheça alguns deles.

Tranquilos e descontraídos

Esse grupo é formado por pessoas muito satisfeitas com elas mesmas e com o ambiente em que vivem. Para elas, é fundamental que brinquem e se divirtam e quase não sentem solidão. São pessoas muito emotivas e consideram seus gatos como peças importantes para o bem-estar emocional, dedicando bastante tempo a eles.

Para elas, ter um gato não prejudica suas vidas e acreditam que ele é parte da família. Pensam em adotar outro filhote quando o atual falecer e são extremamente preocupados com esse fato.

Racionais

Esse perfil vê nos gatos os benefícios práticos, como caçar ratos. Normalmente, são pessoas comunicativas, não muito emotivas e quase nunca se sentem sozinhas.

Não são do tipo que gastam muito tempo com o gato, como brincar. Preocupam-se com os conflitos que os felinos podem gerar, como destruição de objetos e a possibilidade de transmissão de doença, mas também se preocupam com o que acontecerá ao felino caso venham a falecer.

Emocionais

A maioria desse grupo é formada por mulheres, normalmente, muito emotivas. Elas preferem estar sempre rodeadas de amigos, família e seus animais, e são bastante apegas a eles.

Passam bastante tempo com seus gatinhos, compartilhando momentos de alegria e felicidade. Preocupam-se com o que acontecerá com o animal caso venha a falecer e temem o sofrimento que essa perda pode causar.

Sem problemas

Pessoas que raramente associam a posse de um gato com problemas e consideram fácil cuidar deles. Elas encaixam-se no perfil “Sem problemas”. Demonstram carinho e amor, mas sem exageros. Não sentem a necessidade de adestrá-los e nem os humanizam.

Otimistas

Esse grupo tem sentimentos intensos por seus gatos e é muito apegado a eles. Essas pessoas dão amor, carinho, brincam com seus pets e dedicam bastante tempo a eles. Permitem que o felino tenha acesso a todos os cômodos da casa e acreditam que eles proporcionam um ambiente mais alegre e harmonioso.

A única desvantagem que veem é a restrição na mobilidade. Não demonstram preocupação com o risco da transmissão de doença, nem com o destino do gato caso venha a adoecer ou falecer.

Neutros

Esse grupo é o menos envolvido afetivamente com os gatos. Sua maioria é constituída de homens, principalmente pais de família, em que os filhos ou companheiros pediram para ter um gato.

Para eles, não é importante dedicarem muito tempo aos animais e não acham que eles atrapalham suas vidas. Normalmente, são pessoas pouco afetuosas e não se sentem solitárias. Veem muitas desvantagens em ter um gato e não pretendem ter outro.

E aí, qual é o seu perfil gateiro?

Encontre por tipo de Mídia:


Live nas mídias sociais da Veja SP

https://www.facebook.com/vejasp/videos/10156808...

Veja a live que Alexandre Rossi participou nas mídias da Veja SP, tirando algumas das dúvidas mais frequentes dos tutores.

Alexandre dá dicas sobre animais ansiosos

https://www.facebook.com/Alexandreprossi/videos...

Assista a live que o especialista preparou para tirar dúvidas de tutores.

Como contar os anos de vida de cães e gatos

vejasp.abril.com.br...

Sabemos que a expectativa de vida dos pets não acompanha a dos humanos. Será que é possível fazer uma previsão?

SE VOCÊ É UM DONO: FESTEIRO

FESTAS...

Mantém a casa sempre movimentada? A melhor saída é buscar cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas, como o golden retriever, o labrador, o spitz alemão, o maltês, o shih tzu, o west highland white terrier e o lhasa apso.

Pets e crianças com necessidades especiais

Alexandre Rossi conta os benefícios que os animais trazem para a vida de uma criança especial.

Como adotar um cão?

Adotar um animal é um ato de amor e compaixão, mas que precisa ser bem pensado. Descubra mais com Alexandre Rossi.

Como estimular os gatos a beberem mais água?

O Dr. Pet explica a importância da água para os felinos e dá dicas para estimular a sua ingestão.

Pets que ajudam na educação das crianças

Deixar que as crianças realizem tarefas relacionadas ao bichinho de estimação pode ser uma ótima ideia para ensiná-los a ter responsabilidade.

Alexandre e Estopinha no programa Rock a 3

Ouça a entrevista do especialista na rádio Kiss FM.

Campanha reforça a presença do veterinário no núcleo de apoio à saúde familiar

O CRMV criou a campanha “Saúde é uma só” com o intuito de incluir o médico veterinário em ações de prevenção à saúde voltadas às famílias.

Como e quando usar recompensas para treinar cães e gatos?

Entenda a importância do reforço positivo para a boa convivência do pet com a família!

O melhor tipo de tosa para o seu cachorro

Conheça mais sobre recorte e tintura canina e saiba que cuidados ter na hora da tosa.

Alexandre para revista Contigo: adestrar para melhorar a convivência no lar

https://contigo.uol.com.br/

Veja a coluna da Cãotigo de agosto.

SE VOCÊ É UM DONO: AVENTUREIRO

AVENTUREIRO

Algumas raças indicadas são o border collie, o beagle, o labrador e o golden retriever.

SE VOCÊ É UM DONO: AGITADO

AGITADO

Vale procurar raças mais independentes, como o akita, o husky siberiano, o chow-chow e o pug.

SE VOCÊ É UM DONO: CARENTE

CARENTE

o labrador, cocker e o yorkshire adoram um cafuné e trocam tudo para deitar nos pés de seus tutores.